Dédale será exibido no canal do Youtube da Fundação Iberê

  • Cultura
  • 10/06/2021 - 11:27
  • 180 Views

Produzido em Porto Alegre, em 2009, o filme parte da mitologia grega para construir uma história que relaciona a obra de Iberê Camargo e o projeto de Álvaro Siza. A exibição será seguida de um bate-papo com o artista e diretor francês Pierre Coulibeuf

No próximo final de semana, a Fundação Iberê faz uma exibição especial de De?dale, do artista e diretor francês Pierre Coulibeuf. O filme irá ao ar do meio-dia de sábado (12) até a meia-noite de domingo (13), no canal da Fundação no Youtube. O público poderá acompanhar, ainda, um bate-papo entre a curadora Denise Mattar e Pierre Coulibeuf sobre a obra, que é apresentada pela primeira vez em São Paulo, na exposição Iberê Camargo – O Fio de Ariadne, no Instituto Tomie Ohtake.

Dédale e? uma ficção inspirada no universo de Iberê Camargo e estruturada na figura mitolo?gica de De?dalo e seu labirinto, feito para aprisionar o Minotauro. A forma labiríntica do prédio de Álvaro Siza é utilizada por Coulibeuf para construir a estrutura cinemática. Ariadne e Teseu, dois dos personagens da lenda grega, são evocados por dois performers. A figura feminina no filme guia o espectador, e, também, o perde nessa estrutura singular proposta pelo diretor.

Filmada em Porto Alegre, em 2009, a obra de Pierre Coulibeuf é uma estrutura móvel, com uma série de vazios que permitem ao público produzir projeções mentais capazes de preenchê-los, criando diferentes versões da história.

O Fio de Ariadne, ti?tulo da mostra de Iberê Camargo que está em cartaz em São Paulo, também faz referência ao mito do labirinto de Creta. O fato, entretanto, na?o parece pertencer ao domi?nio das coincide?ncias, mas ao das recorre?ncias, dos potentes ecos suscitados pela contundente personalidade de Ibere? – incluindo o pre?dio de A?lvaro Siza.

Nessa montagem, os curadores Denise Mattar e Gustavo Possamai incorporaram a? exposição o filme De?dale, levando para o espac?o expositivo do Instituto Tomie Ohtake a presenc?a marcante do labirinto – na visa?o sufocante, contundente e poe?tica de Pierre Coulibeuf. A mostra, que tem entrada gratuita, fica em cartaz até o dia 11 de julho.

CRÉDITOS DO FILME
Dédale, 2009
Filme 35mm transferido para HD digital file
26min 40s
Acervo Fundação Iberê
Filme: Pierre Coulibeuf
Projeto Curatorial: Gaudêncio Fidelis
Elenco: Vania Rovisco, Matheus Walter
Música original: Bruno Mantovani
Diretor de Fotografia: Lula Carvalho
Engenheiro de Som: André Sittoni
Editor Chefe: Thierry Rouden
Produção Executiva: Chantal Delanoë – Regards Productions (França)
Coordenação de Produção no Brasil: Marta Biavaschi – Surreal Filmes
Roteiro e Direção: Pierre Coulibeuf

A Fundação Iberê tem o patrocínio de OleoPlan, Grupo Gerdau, Itaú, Grupo GPS, CMPC Brasil, Vero Banrisul, Lojas Renner, Sulgás, Renner Coatings e Dufrio, e apoio de Unifertil, Ventos do Sul Energia, Dell Tecnologies, DLL Group, Viação Ouro e Prata, Laguetto Hoteis, Nardoni Nasi e Isend, com realização e financiamento da Secretaria Estadual de Cultura/ Pró-Cultura RS e da Secretaria Especial da Cultura – Ministério da Cidadania / Governo Federal.

Divulgação: Fundação Iberê Camargo
Foto: Divulgação