728 x 90

Empreendimento de Gramado será o primeiro Resort brasileiro com selo Green Building

O Gramado Termas Resort Spa marca o início uma nova era para o turismo gaúcho, apresentando um resort condomínio de luxo com infraestrutura completa e um conceito de sustentabilidade diferenciado no Brasil.

Localizado em meio às belezas naturais da Serra Gaúcha e ao lado das exclusivas águas termais, o empreendimento será o primeiro resort brasileiro projetado e construído no conceito Green Building e a primeira construção na Região das Hortênsias a investir em uma certificação internacional para homologar esta qualificação.

A crise mundial do petróleo, na década de 70, resultou na busca da eficiência energética pela indústria e alavancou, em meados dos anos 80 nos Estados Unidos, o surgimento do conceito Green Building. Este conceito é aplicado aos espaços construídos pela mão do homem – casas, prédios, bairros – com o objetivo de alcançar altos padrões de sustentabilidade ambiental, medidos através de um protocolo internacional.

O protocolo de certificação aplicado no Gramado Termas Resort Spa é também o mais difundido no Brasil e no mundo: trata-se do selo LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), com avaliação pelo Conselho Norte-americano de Green Buildings (USGBC). O selo LEED verifica e mede os investimentos e esforços sustentáveis de uma determinada construção em diferentes áreas, tais como a eficiência energética e hídrica, a implantação e impacto da obra no terreno, a gestão do uso de materiais e redução da emissão de CO2, a qualidade ambiental de interiores e a inovação de processos.

O conceito Green Building é aplicado desde a concepção do prédio, passando pelos projetos, pela obra e em muitos casos, verificando se a operação e o uso do prédio conseguem atingir os princípios/metas de sustentabilidade do projeto. Na aplicação deste protocolo busca-se como resultado a obtenção de pontos que indiquem e premiem o grau de sustentabilidade alcançado pela construção.

Os benefícios são inúmeros e envolvem valores ambientais, sociais e econômicos. Para o diretor de projetos da Gramado Parks, arquiteto Roberto Teitelroit, “o Green Building não é um projeto, é um espaço construído”. Segundo ele, este conceito, ao premiar os melhores padrões de sustentabilidade, pode ser visto como uma ponte que uniu as forças do capitalismo e ecologia, através dos princípios científicos, físicos, químicos e biológicos.

Desta forma e não por acaso, o Gramado Termas Resort Spa tem como uma de suas metas uma eficiente gestão de energia com redução do custo com energia em R$ 350.000 anuais. Entre as tecnologias ecologicamente corretas utilizadas no empreendimento, destaque para o reuso de água da chuva nos vasos sanitários e irrigação, estação de tratamento de efluentes de altíssima eficiência, atendendo aos padrões do Protocolo de Kyoto, elevadores com reaproveitamento de energia, chuveiros e torneiras de alta performance e com baixo consumo de água, sensores de presença em todas as áreas condominiais internas, reduzindo o consumo de energia, paisagismo com vegetação adaptada ao microclima, reduzindo o consumo de água e previsão de iluminação natural em quase todos os ambientes.

Espaço turisticamente exclusivo e diferenciado, o Gramado Termas Resort Spa é uma realização do Grupo Gramado Parks em conjunto com a GR Construtora e tem inauguração prevista para 2018. Vale lembrar que o Gramado Termas Resort Spa está associado a RCI – Resort Condominium International - líder mundial em intercâmbios de férias com mais de 4,5 mil hotéis e resorts espalhados em cerca de 100 países. Então, o proprietário de uma fração do Gramado Termas Resort Spa, além de ter ao lado do seu imóvel um parque de águas termais exclusivo no Brasil por ser indoor, ainda poderá fazer trocas de semanas de hospedagem para diversos outros afiliados à rede.

Mais informações: www.gramadotermasresortspa.com.br

Divulgação: Insider2
Imagens: Divulgação