728 x 90

Feijoada das Voluntárias pela Vida acontece no dia 21 de maio na Casa NTX

Toda a renda arrecadada será usada para custear uma reforma no Hospital São José, do Complexo Santa Casa. Depois de concluída, os pacientes que aguardam por cirurgias neurológicas terão o tempo de espera - de três a quatro meses - reduzido para uma média de duas semanas.

Para dar início à programação 2017 para arrecadação de fundos para suas causas, as Voluntárias Pela Vida realizarão a II Feijoada Beneficente. Será no dia 21 de maio, um domingo, a partir das 12h, na Casa NTX e contará com um show da dupla Zezé Di Camargo & Luciano.

O cardápio será assinado pelo Chef Lúcio e servirá as 800 pessoas que são esperadas para o evento. Figuras ilustres do eixo Rio de Janeiro - São Paulo como o apresentador Galvão Bueno já confirmaram suas presenças. O drinks ficarão por conta do Dudu das Caipiras e a Mimos & Co irá produzir a mesa de doces. Já para a decoração, Bibiana Linck, designer de flores, montará um ambiente moderno e despojado utilizando flores e legumes.

Os ingressos estão disponíveis na bilheteria do Teatro Bourbon Country, de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h, até o dia 17 de maio. O valor é de R$ 500,00 por pessoa e 100% da renda arrecadada será revertida para o novo projeto das Voluntárias: a ampliação e reforma das salas de cirurgia neurológica do Hospital São José, dentro do complexo Santa Casa. O custo total da obra é de R$5.625.727,18 e devem ser arrecadados ao longo dos próximos meses através de eventos e doações diretas. Com a reforma, o tempo de espera dos pacientes passará de três a quatro meses para uma média de duas semanas.

Além do show principal com a dupla Zezé Di Camargo & Luciano, os convidados serão recepcionados pela música da dupla Claus e Vanessa e, mais tarde, curtirão o som do Dj Le Araujo e do saxofonista Vini Netto.

Mais informações sobre a Feijoada e a venda de mesas fechadas através das redes sociais das Voluntárias Pela Vida e do e-mail contato@voluntariaspelavida.com.br.

É uma ótima oportunidade para encontrar pessoas queridas, aproveitar uma boa feijoada e curtir o domingo da melhor maneira: fazendo o bem.

Conheça o novo projeto:
Apresentando estabilidade e crescimento progressivo ao longo de mais de 200 anos, o Complexo Santa Casa é referência no país e América Latina. O Hospital São José, um dos pertencentes ao complexo, é destaque como centro de excelência em tratamentos e estudos em neurologia e neurocirurgia. Atualmente, o Hospital dispõe de duas salas cirúrgicas onde são realizadas aproximadamente 1200 cirurgias por ano, sendo metade para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Devido à demanda, o tempo de espera é de três a quatro meses e em decorrência disso, o paciente pode sofrer com quadros que envolvem demência, hemiplegia ou paralisia ou até o falecimento.

Caso o projeto obtenha a renda necessária para ser colocado em prática, o Hospital São José terá as seguintes mudanças:
- Reforma e ampliação de 50% da área física do bloco cirúrgico e ampliação de 22% da capacidade cirúrgica: com essa mudança a fila de espera dos pacientes passará de três a quatro meses para uma média de duas semanas.
- Qualificação da UTI com a construção de mais sete quartos para internação, melhorando a assistência e o controle de infecções e seguindo as normas da vigilância sanitária: há 20 anos, quando foi feita a última reforma no Hospital São José, as diretrizes eram outras. Naquela época, a medicina recomendava que todos os leitos compartilhassem a mesma área física, com o objetivo de facilitar a vigilância por poucos funcionários e reduzir custos, explica o Dr. Albert Brasil. Com os anos esse entendimento mudou, principalmente devido ao surgimento de bactérias resistentes e infecções cruzadas. Se observa nos hospitais uma gradual substituição desse modelo por boxes individuais independentes com funcionários e instrumentos individualizados por paciente. Esse novo modelo, que hoje a medicina considera melhor e mais barato, será o instalado no São José.
Assim como a última obra das Voluntárias Pela Vida na Santa Casa de Porto Alegre (construção da UTI pediátrica), sabe-se que o dinheiro tem destino confiável e oferece certeza de retorno social. O Hospital São José, assim como os demais do Complexo, merecem atenção especial, pois além de serem referências em suas áreas, dedicam todos os recursos tecnológicos e os profissionais todos os pacientes, independente da condição econômica (particular, convênio e SUS). A data de previsão da entrega da obra é outubro de 2018.

Conheça as Voluntárias Pela Vida:
O grupo é formado por 13 proeminentes mulheres da sociedade porto-alegrense que uniram-se para fazer o bem. Tendo como mentor da iniciativa o Dr. Fernando Lucchese, o grupo foi criado em 2014 com o objetivo de arrecadar fundos para a construção da nova UTI pediátrica do Hospital da Criança Santo Antônio, da Santa Casa de Porto Alegre. O projeto foi concluído com êxito em 2015 e marcou apenas o início de uma longa e nobre trajetória de um grupo que pretende fazer muito mais por Porto Alegre. Atualmente, as Voluntárias Pela Vida são: Ana Paula Vasconcellos Ribeiro, Bettina Becker, Claudia Nubia Warken Bartelle, Helena Dahne Bartelle, Josiane Nogueira de Castro, Karla Graziottin Cagliari Johannpeter, Mariana Araújo Santos Chies, Marina Sirotsky, Nora Livonius Teixeira, Rosana da Silveira, Sabrina Lopes Ribeiro, Scheila Vontobel e Zulma Veloz. No site (www.voluntariaspelavida.com.br) é possível encontrar um descritivo individual de cada uma das integrantes.

Serviço:
II Feijoada Beneficente - Voluntárias pela Vida - Show Zezé Di Camargo & Luciano
Data: Dia 21 de maio, domingo
Horário: 12h
Local: Casa NTX - Av. das Indústrias, 1395 - São João
Ingressos: R$ 500,00 por pessoa

Divulgação: LS8 Consultoria
Fotos:Nattan Carvalho e divulgação