728 x 90

MODO DE SER FUTURO

Seminário põe em debate o futuro das relações e sua influência na arquitetura



A Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura – AsBEA-RS – e o Instituto Ling reúnem profissionais de destaque em diferentes áreas para uma reflexão sobre a configuração das relações no futuro e a influência que as mudanças sociais têm, ou terão, sobre a arquitetura. O seminário Modo de Ser Futuro acontece dia 01/12, à tarde, no Instituto Ling, e conta com a participação de nomes de peso das artes e da arquitetura, como Luiz Alberto Oliveira, curador do Museu do Amanhã, e Greg Bousquet, do premiado escritório de arquitetura franco-brasileiro Triptyque. O evento traz ainda Raul Juste Lores, jornalista da Folha de São Paulo; Karla Moroso, arquiteta gaúcha dedicada ao desenvolvimento social; Simone Sayegh, autora do livro infantil de arquitetura para crianças Casacadabra; representantes de dois exemplos de construção de futuro, Bairro Gente, em São Paulo, e Cidade Criativa Pedra Branca, em Santa Catarina.

O encontro também terá a participação do arquiteto e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Benamy Turkienicz, que trará ao público sua experiência na coordenação do Máster Plan do 4oDistrito em Porto Alegre, região em que a capital gaúcha vivencia a reunião de atores de segmentos variados em busca de um modelo de desenvolvimento urbano diferenciado. A formatação do seminárioModo de Ser Futuro e a seleção dos palestrantes convidados, é fruto de inquietudes comuns da diretoria da AsBEA-RS e do corpo técnico-pedagógico do Instituto Ling. Fazer arquitetura é influenciar o cotidiano das pessoas, é traçar modelos de urbanização que, consequentemente, intervêm na vida dos cidadãos.

A interferência dos arquitetos nas cidades traz percepções tangíveis a seus moradores sobre a atuação desses profissionais no cenário urbano, seja por proporcionar soluções às necessidades diárias como moradia, diferenças sociais, mobilidade urbana, propostas de configuração para tornar o espaço público mais aprazível, entre outros exemplos. Mas o ofício da arquitetura também extrapola os limites do consciente e proporciona sensações intangíveis como o equilíbrio estético, agradável aos olhos e às sensações. E, como será o futuro da arquitetura e das relações humanas frente a tantas mudanças no cotidiano? Essa e outras indagações fazem parte da programação do seminário Modo de Ser Futuro, cuja estrutura está divida em seis painéis com início às 13h30 e término às 19h15. Após o seminário, aAsBEA-RS terá cerimônia de posse para convidados da nova diretoria (2017-2018), que seguirá sob a presidência do arquiteto Paulo Henrique Rodrigues, diretor da Stemmer Rodrigues, lançamento do livro Modo de Ser Futuro e confraternização de final de ano da Associação, convidados e escritórios associados.

Sugestão de Entrevistas:

- Paulo Henrique Rodrigres – Arquiteto e Presidente AsBEA-RS
- Maira Ritter – Coordenadora Pedagógica do Instituto Ling
- Palestrantes seminário Modo de Ser Futuro –intermediação por essa assessoria.


Informações e inscrições seminário Modo de Ser Futuro:www.institutoling.org.br

Divulgação: Dixon Comunicação e Andressa Riquelme