St. Trois comemora dez anos de produção premium de moda artesanal em couro, cobra python e peles naturais

  • Moda
  • 08/06/2022 - 10:25
  • 83 Views

Há uma década no mercado nacional, a marca gaúcha St. Trois, especializada e renomada na produção de moda em couro de cabra, couro de cobra python e peles naturais, brinda seu aniversário, no dia 14 de junho, das 17h às 21h, na St. Trois Maison (Cel. Bordini, 1111 - Porto Alegre). No coquetel, será apresentado o Alto Inverno da coleção Savage. Entre os motivos para comemorar também está o salto em sua participação no mercado atacadista. Em 2022, está presente em três showrooms e passa de dez multimarcas para 30 pontos em todo Brasil. A grife tem forte presença também em Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Vale destacar ainda que sua produção para o mercado private label está em alta e com pedidos para marcas paulistas.

TRAJETÓRIA

Em sua trajetória, aposta cada vez mais nos detalhes e na criatividade para compor suas coleções, saindo do habitual. Em seu DNA, desenvolve coleções que buscam sintonizar a sofisticação do bem vestir à praticidade necessária da mulher contemporânea, cujo lifestyle requer elegância em eventos diurnos e noturnos. A qualidade das peças e a busca pela perfeição no acabamento são resultado da expertise da St. Trois em mais de três décadas dedicadas à produção de moda em couro, antes com exclusividade para private label de tradicionais marcas brasileiras. Em 2012, nasceu então a marca própria St. Trois voltada ao atacado e ao varejo, além do private label.

PROPÓSITO

Excelência e propósito se tornaram conceitos indissociáveis na premium handmade leather brand, por isso prega pelo tripé do futuro: práticas sustentáveis, impacto social e reverência às origens. Com a seleção de matérias-primas de alta qualidade com certificação de origem e confecção própria, prima por peças eternas. Em sintonia com o slow fashion, as peças são feitas à mão por um time de artesãs especializadas em couro no atelier próprio da marca.

Savage Fall Winter 2022

No coquetel de 10 anos, peças exclusivas da Savage Fall Winter 2022 serão lançadas. Savage, na tradução, selvagem, é tão intrépida quanto o nome sugere, por consequência, a coleção comemorativa ao aniversário chega para marcar presença. A linha apresenta um mix sexy de poder e energia, recortes estratégicos, peças justas, silhuetas evidenciadas, peles maximizadas, golas altas, cores vibrantes e metalizadas, além de composições eternas seguindo o conceito simple & chic da marca. A linha explora a força, a liberdade e a autoridade feminina. Com um olhar mais over, Gabriela Trois, diretora criativa, apostou em recriar algumas peças retrô clássicas, como minissaia, croppeds, jaqueta perfecto e visual college, além de inovar em criações autorais.
Famosas nos anos 90, as jaquetas jeans oversized voltaram e ganharam um novo olhar em couro e python nas mangas e na barra. Já as calças jeans, contemplam a matéria-prima em bolsos e joelheiras. No máxi, os casacos de pele de raposa são os destaques do inverno. Compostos por gomos em toda sua extensão, estarão disponíveis nos formatos longo, ¾ e curto. Já a aposta-chave para combinar looks requintados em dias frios é a gola de pele de raposa. O comfy & cool também segue nesta coleção, com jaquetas e calças de estilo boxer e sport chic, além das blusas de tricot. O clássico se apresenta em muitas peças atemporais, com toque urbano contemporâneo, para ser usado de dia e à noite.

O couro de cobra python retorna à cena fashion e volta a ser o queridinho das mulheres com estilo, prometendo ser o hit do inverno, além de figurar no centro das apostas de tendências desta estação. Entre as matérias-primas que são o DNA da marca, também está presente o couro de cabra nas versões liso, stretch e a estampa em relevo de croco. As peles naturais de raposa, coelho e chinchila, já tradicionais nas coleções de inverno, além das peças em tricot, sempre acompanhadas de detalhes em couro, pele ou python.

Acompanhe St. Trois em:
www.sttrois.com
www.instagram.com/sttrois

Divulgação: Dixon
Fotos: Carlos Contreras