Novo conto do jornalista Eduardo Dorneles na Amazon Kindle propõe experiência multiplataforma

  • Cultura
  • 04/06/2021 - 17:20
  • 146 Views

Obra “Ninguém sente como sentia com 18 anos", que será lançada no dia 08 de junho, casa leitura e música para pensar a maneira que nos relacionamos com a memória dos nossos afetos.

Você lembra do primeiro beijo? A primeira noite. A primeira promessa. O primeiro sonho. A primeira mentira. A primeira ferida. A primeira traição. Tudo era mais intenso e, por consequência, mais verdadeiro quando tínhamos 18 anos? Essa provocação é o tema do conto "Ninguém sente como sentia com 18 anos", que chega exclusivamente à plataforma Amazon Kindle no próximo dia 08 de junho. Assinado pelo jornalista Eduardo Dorneles, a obra está em pré-venda desde o dia 1° de fevereiro. O e-book tem 33 páginas e está disponível pelo valor de R$ 5,99 no link: https://amzn.to/3piXiGZ.

Na trama, a dupla de amigos Gabriel e Renata fazem uma viagem no tempo através das memórias de seus antigos relacionamentos. O objetivo é compreender se hoje, num mundo tão líquido, ainda é possível se apaixonar e viver o arrebatamento de uma experiência com o amor romântico.

"Pensar nas dinâmicas dos afetos sempre foi algo que me instigou. E há muito tempo a questão central do conto já me provocava. Então, a ideia é fazer essa pequena viagem entre o que pode ser real ou apenas projeção dentro de uma relação. E, claro, questionar o leitor se o grande amor de sua vida está no presente ou num canto da memória", explica Dorneles.

Além disso, toda história de amor — ou sobre amor — precisa de uma trilha sonora à altura. Como Dorneles também é um cinéfilo que não consegue desvencilhar a experiência de uma narrativa com a música, o autor preparou uma playlist no Spotify para acompanhar a leitura do conto. A playlist "Ninguém sente como sentia com 18 anos" está disponível em: https://spoti.fi/3w0hZdH.

Essa é a terceira obra do autor disponibilizada na plataforma Amazon Kindle. Ele também é autor do conto “Dois sub-homens e um youtuber”, sua primeira obra com mais fôlego, e de "Eu não gosto de pornô".

Jornalista formado pela Universidade Luterana do Brasil, Dorneles atua na área de comunicação corporativa desde 2016. Já foi premiado por produções e coberturas especiais, como o Prêmio Ari-Banrisul de Jornalismo 2017, na categoria Jornalismo Universitário Web, e o Prêmio de Jornalismo da Justiça Eleitoral do Rio Grande do Sul 2018.

Divulgação: AZ Press Brasil
Fotos: Alana Schütz