Caxias do Sul ganha espaço cultural no Pátio Eberle

  • Cultura
  • 09/12/2020 - 16:25
  • 439 Views

Exposição permanente Caminho Histórico Pátio Eberle conta, por meio de painéis fotográficos, a trajetória do prédio - tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional - e sua relação com a comunidade.

A área central de Caxias do Sul ganha a partir deste mês um novo espaço cultural e de convivência com a inauguração do Caminho Histórico Pátio Eberle. Trata-se de uma exposição permanente de painéis fotográficos que rememoram, de forma didática e autoexplicativa, a trajetória da quadra que que sediou a antiga Metalúrgica Abramo Eberle e sua relação com a cidade e a comunidade. O novo espaço localiza-se no interior do estacionamento do Pátio Eberle e pode ser acessado pelas ruas Sinimbu, Os 18 do Forte e Borges de Medeiros.

Os 15 painéis do Caminho Histórico são divididos em décadas e, por meio de uma linha do tempo, traçam recortes de momentos do empreendimento com a cidade que o acolheu. “O que nos motivou no processo de revitalização do Pátio Eberle e na construção do Caminho Histórico foi a permanência do legado deste local como agente transformador para Caxias do Sul e sua população. A ideia é promover um reencontro entre as pessoas e o espaço de trabalho que moldou toda uma cidade e um povo, mantendo viva sua a memória coletiva e cultural. Além de proporcionar a permanência para as gerações futuras de um bem que faz parte da história da cidade”, destaca Gilberto Caberlon, da GCI Investimentos, proprietária do prédio e responsável pela sua revitalização, iniciada em 2014.

A curadoria do projeto resulta de uma pesquisa histórica realizada pelo jornalista Rodrigo Lopes, que explica: “A seleção fotográfica destacou o prédio por etapas, sua evolução, o que foi surgindo, década por década. Vale ressaltar que o edifício foi testemunha de vários acontecimentos importantes da cidade ao longo do século 20. As imagens, garimpadas em acervos familiares e junto ao Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, destacam isso. Quando foi totalmente concluído, no início dos anos 1950, o edifício da Sinimbu era o primeiro arranha-céus de Caxias. Tudo era visto e fotografado a partir daquele terraço”. Lopes observa que o trabalho buscou destacar a importância do prédio no contexto econômico-social da cidade, desde o início do século 20, com as edificações em madeira, até a chegada do moderno edifício em alvenaria, na década de 1940. “Trata-se de um símbolo do Centro, um ponto de referência da cidade, um lugar que remete a várias lembranças. Agora, com a chegada do Pátio Eberle, uma nova história começa a ser escrita, com novos serviços, novos públicos e protagonistas. É um lugar que merece ser descoberto e redescoberto pela população de Caxias”, convida o jornalista.

A concepção do Caminho Histórico - feita de acordo com a arquitetura Art Déco do prédio, tombado pelo Patrimônio Histórico desde 2006, foi projetada pelo Studio MDA, que há 25 anos desenvolve projetos de circulação em ambientes complexos, criando estratégias de sinalização para diversos tipos de empreendimentos, como shopping centers, museus, universidades e hospitais. O Studio tem escritórios no Brasil e na Bélgica.

O projeto gráfico ficou a cargo da Túnel, agência caxiense que também resgatou detalhes históricos da metalúrgica local para inspirar e desenvolver o conceito criativo que iniciativa merece.

Momentos de um caminho
- O Caminho Histórico do Pátio Eberle promove o reencontro com os símbolos daquela quadra central da cidade, com as calçadas portuguesas refeitas artesanalmente, a casinha, a piteira e o grande sentinela do tempo: o relógio.
- Entre os destaques está a foto icônica do Edifício em 1940, com a rua lotada para inauguração da iluminação, que desde então inspira novas ações marcando datas comemorativas, como Outubro Rosa, Novembro Azul, Halloween e agora o Natal.
- Outra história que se destaca é a da Quadra 42, número da quadra na planta do município que sedia o prédio. A Quadra 42 tem tanta força como elemento histórico que quase deu nome para o novo conceito do empreendimento, aberto e multifuncional.
- Imagens do varejo da Eberle evidenciam a vocação centenária do local para o comércio. Conforme explica um dos painéis: em abril de 1949, o térreo da Rua Sinimbu passou a abrigar o Varejo da Eberle, consolidando-se pelas quatro décadas seguintes como o espaço de excelência para o comércio de pratarias, presentes, utensílios domésticos e boa parte da linha de produtos fabricados pela empresa. Atualmente, o varejo volta a tomar conta dos espaços, agregando diferentes produtos e serviços que retomam a conexão do público.

Pátio Eberle - Descubra esse lugar
Para a abertura do Caminho Histórico, foi desenvolvida a campanha Pátio Eberle - Descubra esse lugar, que reforça o significado da memória, arquitetura e história desta importante quadra no centro de Caxias do Sul. A campanha começou recentemente nas redes sociais e se desdobra em pequenas chamadas que revelam um novo olhar sobre o valor histórico e a beleza arquitetônica do prédio. Os textos, também da agência Túnel, e as fotos, assinadas por integrantes do Clube do Fotógrafo de Caxias, instigam para as ações que ainda estão por vir naquele local, criando um elo entre a história e a modernidade, convidando a (re) descobrir o Pátio Eberle. “A campanha Pátio Eberle Descubra esse Lugar é um convite para um olhar mais apurado do próprio local e seus símbolos, que ao longo do tempo se transformaram em ícones: o relógio, os vitrais, a calçada de pedra. Marca o entorno, a quadra e consagra o centro da cidade por meio da memória coletiva e afetiva do caxiense”, resume Valéria Alberti, da Túnel.


Economia e inovação
Olhando sempre para o futuro, o Pátio Eberle tem por propósito promover o espírito do desenvolvimento em Caxias no cenário contemporâneo, trazendo renovação e inovação para a cidade.
Atualmente, o prédio sedia de forma harmoniosa várias opções de comércio, serviços, ensino, áreas corporativas, espaços para eventos e estacionamento para 300 vagas, contribuindo para a economia da cidade girar. “O Pátio Eberle acredita muito no modelo de parceria que incentiva o comércio local, apoia a cultura em todas as suas formas (como o Instituto Quindim, biblioteca com mais de 6 mil livros, que ocupa o espaço onde era o Salão Nobre da metalúrgica), traz novos visitantes e amplia a visibilidade do nosso empreendimento e de todos que o compõem”, comenta o executivo da GCI Investimentos, João Luiz Michelin.

Serviço
O quê: Caminho Histórico Pátio Eberle – exposição permanente de painéis fotográficos sobre a história do prédio e sua relação com a cidade
Quando: espaço é aberto ao público em horário comercial e o estacionamento, de segunda a sexta, das 7h às 23h, sábados, das 7h às 20h – nos domingos em dezembro (dias 6,13 e 20) das 12h às 20h
Onde: estacionamento Pátio Eberle (Rua Borges de Medeiros, 919 - de Caxias do Sul)
Importante: o público está sendo recebido seguindo o protocolo de cuidados necessários diante da pandemia.

Divulgação: Alessandra Muraro
Créditos: Eduardo Mangoni