FESTIVAL SOM NA FAIXA APRESENTA EDIÇÃO ONLINE COM ATRAÇÕES DA MÚSICA INSTRUMENTAL

  • Cultura
  • 04/12/2020 - 14:45
  • 412 Views

Gratuito - 05, 06, 12 e 13 de dezembro – a partir das 19h

• Mc Mana Bella será a mestre de cerimônia do Festival, que tem em seu line-up Grupo Barbatuques; Nicolas Krassik e Gian Correa; Nailor Proveta e Alessandro Penezzi; e Badi Assad;

• Dando continuidade a sua atuação de fomento à arte e à cultura, a Muda Cultural realiza a 3ª edição do festival Som na Faixa;

• Iniciativa que já impactou 2 milhões de pessoas em suas duas edições visa apoiar e difundir artistas da música brasileira;

Onde Assistir: Facebook Muda Cultural; Youtube Muda Cultural

A Muda Cultura apresenta a terceira edição do festival Som na Faixa, nos finais de semana dos dias 05, 06, 12 e 13 de dezembro, a partir das 19h. Para 2020, o projeto com curadoria da Muda Cultural e de Mauricio Moraes, acontecerá em formato online e gratuito, com transmissão via plataformas digitais da Muda Cultural. Ao todo, serão quatro apresentações musicais e uma oficina de percussão corporal com renomados artistas da cena instrumental.

O line-up do Som na Faixa 2020 conta com os shows do Grupo Barbatuques; Nicolas Krassik e Gian Correa; Nailor Proveta e Alessandro Penezzi; e Badi Assad. A apresentação do festival será da MC Mana Bella.

Tendo impactado mais de 2 milhões de pessoas nas duas edições anteriores, a proposta do Festival é de apoiar, incentivar e difundir talentos da música brasileira, uma das classes mais atingidas esse ano, por conta da pandemia do Covid-19.

"Realizar o Som na Faixa é um ótimo combustível para ajudarmos a movimentar o ecossistema da cultura em tempos tão difíceis. Para além dos artistas, temos os técnicos, cenotécnicos, geradoristas, eletricista, pessoal do audiovisual, roadie, segurança, limpeza, carregadores, alimentação. Todo um grupo de trabalhadores do setor que se viu diretamente impactado pelo contexto em que vivemos, então, foi muito importante oferecer essas oportunidades, além de levar arte e cultura ao público”; afirma Ítalo Azevedo, sócio-diretor da Muda Cultural.

As apresentações foram previamente gravadas em estúdio, respeitando todos os protocolos de saúde estabelecidos pelas autoridades, incluindo testagens dos envolvidos, uso obrigatório de máscaras, álcool em gel, distanciamento e acompanhamento por um técnico em segurança do trabalho.



Programação Som na Faixa:

Mestre de Cerimônias: Mc Mana Bella

A cantora, poeta e arte educadora evidencia através da arte sua trajetória como mulher preta, periférica e nordestina. Em 2018 iniciou seu projeto solo e no ano seguinte gravou seu primeiro single “Cara Gente Branca”. Atualmente trabalha na produção de seu EP, intitulado “Denegrindo Saberes” e no projeto “Soteropaulistana”, que futuramente também deverá virar um EP. Mana Bella conduz a programação do Som na Faixa 2020.



05/12 – Show Barbatuques: às 19h - Duração: 56 minutos

Oficina de percussão corporal: às 20h - Duração: 33 minutos

O grupo apresenta um show com repertório que circula por todos os seus trabalhos em mais de 20 anos de carreira. Clássicos dos primeiros discos como Baianá e Barbapapa´s Groove, juntam-se ao repertório recente que trazem músicas como Na Mata e Skamenco.

Finalizando o dia, será realizada pelos componentes do grupo uma oficina de percussão corporal.

A linguagem desenvolvida pelo grupo, iniciada pelo músico, pesquisador e educador, Fernando Barba, contribuiu significativamente para a difusão da música corporal e a busca de novas sonoridades produzidas somente com o corpo.

Hoje, a sonoridade do Barbatuques mostra uma sobreposição de estilos e estéticas, passando por baião, coco, samba, maracatu, rap, afoxé, funk, carimbó, toré indígena, choro, rock, beatbox, kecak e a música africana. São canções e músicas instrumentais que exploram os aspectos rítmicos, harmônicos e melódicos, variando entre o erudito, a tradição popular brasileira e o pop contemporâneo.

06/12 – Show Nicolas Krassik convida Gian Correa: às 19h - Duração: 75 minutos

Nascido em 1969 na grande Paris, Nicolas Krassik é violinista da famosa tradição francesa de jazz e atuou durante 8 anos na Europa ao lado de nomes de peso como Michel Pettrucciani, Didier Lockwood, Vincent Courtois e Pierrick Hardy.

No show, ao lado do violonista de 7 cordas, Gian Correa, apresentam no repertório composições próprias e clássicos como: De onde vem o baião (Gilberto Gil); Lamento sertanejo (Dominguinhos e Gilberto Gil); Cordestinos (Nicolas Krassik); Corsário (João Bosco e Aldir Blanc); Xique xique (Tom Zé); Cheirinho de mulher (Sivuca e Glória Gadelha); Nordeste de Paris (Nicolas Krassik).

12/12 - Proveta e Penezzi: às 19h - Duração: 63 minutos

O Duo é um projeto que surgiu da ideia de juntar o violão 7 cordas de Alessandro Penezzi com o clarinete de Nailor Proveta. Misturando ritmos brasileiros e temas instrumentais, como: baião, valsa, polca, choro, maxixe e samba, gravaram o primeiro CD juntos em 2015, chamado "Proveta e Penezzi". No repertório do show apresentam um repertório composto pelas canções: Jeringonça; Ao mestre; Choro A3vido; Acerta o passo; Choro pro Miudinho; Displicente; Torcendo a meia; Dedilhando; 1 a 0

13/12 - Badi Assad: às 19h - Duração: 65 minutos

Nos palcos, a Brasileira Badi Assad revela-se uma das artistas mais completas e virtuoses de sua geração, já tendo sido eleita uma das melhores violonistas do planeta pela revista Acoustic Guitar (US). Com mais de 14 CDs lançados pelo mundo, “Rhythms” (1996) recebeu prêmio de melhor disco do ano pela revista Guitar Player (US); “Wonderland” (2006) foi considerado pela BBC de Londres um dos 100 melhores álbuns do ano.

Em Outubro de 2020, Badi lançou seu 20º disco, “Around the World”, pela gravadora norte-americana Ropeadope. Em sua apresentação, Badi trará sucessos da carreira, como: Naked (Badi Assad & Jeff Young); Farewel (Sergio Assad); Butterfly (Badi Assad & Jeff Young); Joana Francesa (Chico Buarque); Bachelorette (Bjork); Ondas (Badi Assad).

Sobre a Muda Cultural

Site: http://mudacultural.com.br/
Instagram: @mudacultural
Facebook: https://www.facebook.com/mudacultural/

A missão da Muda Cultural é qualificar a experiência de vida das pessoas e expandir suas potencialidades por meio da promoção da arte e da cultura.

Há mais de dez anos no mercado cultural, a Muda atua na gestão de investimento social privado e no desenvolvimento de projetos através das leis de incentivo, sendo o elo entre marcas e seus públicos de interesse.

Tendo como principal ativo uma extensa rede de colaboradores e parceiros, a Muda oferece uma atuação capaz de transitar entre os universos artísticos, da produção e da gestão cultural, incluindo concepção, curadoria de conteúdos e planejamento.

Sobre o Instituto Votorantim

Criado em 2002, o Instituto Votorantim é o núcleo de inteligência social das empresas investidas da Votorantim e trabalha com a geração de valor compartilhado.

Isso significa promover benefícios sociais cada vez mais significativos e duradouros nas localidades de atuação da Votorantim, gerando um ambiente propício para a operação sustentável dos negócios.

Nossa atuação prioriza conhecer os atuais desafios das regiões onde há negócios Votorantim, e é um dos passos para entender quais são as soluções de longo prazo para a sociedade e identificar oportunidades e riscos para os negócios.

A partir deste diagnóstico, elaboramos estratégias e projetos para promover o desenvolvimento social e, ao mesmo tempo, ampliar a competitividade das empresas.

Também buscamos, em todas as nossas ações, o alinhamento com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU). Para nós, em uma sociedade mais justa e sustentável, todos ganham.

Serviço - Som na Faixa - 2020

Dias: 05, 06, 12 e 13 de dezembro (sábados e domingos)
Horários: A partir das 19h
Onde Assistir: Facebook Muda Cultural; Youtube Muda Cultural
Classificação: Livre
Patrocínio: Instituto Votorantim
Realização: Muda Cultural, Secretaria Especial de Cultura e Ministério do Turismo.
Lei Federal de Incentivo à Cultura

Divulgação: MARRA COMUNICAÇÃO
Fotos: Anne Karr