Laerte | Experimento Epidermia

  • Cultura
  • 22/06/2020 - 11:29
  • 76 Views

Durante três sessões transmitidas ao vivo pela Plataforma Zoom, Laerte e Rafael Coutinho farão um experimento inédito em suas carreiras como quadrinistas: trabalharão em conjunto em uma só história em quadrinhos, cada um desde sua casa, sem que vejam o que o outro está produzindo.

A premissa: cada artista cria seu personagem, com um dado perfil identitário e político dentro de certo contexto histórico brasileiro, deixando espaço para que o outro complete a página com seu próprio personagem, resultando em uma interação entre essas personas e tempos.

Datas: 30/6, 2/7 e 7/7
Horário: 19h
As sessões não têm uma duração definida

Inscrições: R$ 160
Cotas de 40% de desconto para estudantes
Inscrições e mais informações aqui

A dinâmica dos encontros permitirá a interação do público. Os artistas responderão perguntas durante o processo de trabalho e também abrirão para conversa nos minutos finais.

Ao fim do processo, os desenhos serão digitalizados em boa resolução e enviados a todos os participantes. Os originais estarão disponíveis para aquisição pela Galeria Aura, representante de ambos os artistas.

Artista representada
Laerte Coutinho

É com enorme satisfação que anunciamos Laerte Coutinho como artista representada pela Aura. Com uma vasta e premiada trajetória, Laerte vem criando e colaborando com inúmeras publicações desde a década de 1970, com trabalhos em quadrinhos, cartuns e charges.

Criadora de personagens emblemáticos como os Piratas do Tietê, Hugo Baracchini, Deus e Overman, Laerte lança mão de um humor refinado e mordaz para explorar temas importantes da condição humana. Além disso, desenvolve uma significativa pesquisa com desenho de modelo vivo - vários deles estão presentes em nosso acervo e disponíveis para aquisição.

Cada caminho leva a uma compreensão do todo. Todos juntos não levam a lugar algum. Devolvem reflexões e a multiplicidade de Laertes e sua própria natureza: dúvidas, avaliações cautelosas, sempre evitando armadilhas morais, preconceitos e maniqueísmos no julgamento do mundo.

(trecho do texto de Rafael Coutinho, artista, quadrinista e seu filho, para a Ocupação Laerte, Itaú Cultural, 2014)

Divulgação: Gal. Aura
Fotos: Divulgação