728 x 90

ABF se reposiciona no mercado com lançamento de alto padrão

Capítulo 1 é o primeiro projeto com incorporação da empresa.

Atuando por mais de uma década nos bastidores de grandes projetos, em parceria com importantes incorporadoras gaúchas, a ABF Empreendimentos Imobiliários iniciou um processo de transição, assumindo o protagonismo dos seus empreendimentos. O primeiro passo foi a internacionalização da empresa, que agora se chama ABF Developments, com a abertura de uma sede em Barcelona. Agora, chega o momento do lançamento do primeiro projeto autoral, o Capítulo 1, localizado no bairro TrêsFigueiras, em Porto Alegre.

“Anteriormente comprávamos as áreas, desenvolvíamos os projetos e posteriormente buscávamos um incorporador. Nesse formato, fizemos 15 empreendimentos como gestores desses investimentos, onde participavamos como permutantes dos terrenos com as incorporadoras elegidas. Como o Capítulo 1 tem um conceito inovador, que é o DNA da empresa, entendemos que nós mesmos poderíamos incorporá-lo”, explica Eduardo Fonseca, CEO da empresa.

Em permanente inovação, a ABF Developments tem um conceito de start up no mercado imobiliário. Os produtos são disruptivos e, dentro disso, a empresa pensa diariamente em novas ações e desenvolvimentos que agreguem valor a eles, com o objetivo de trazer mais inovação à Porto Alegre. “Somos curiosos, desbravadores e muitos sedentos por ver coisas novas e aprender sobre arte, luxo, arquitetura, real estate, urbanismo e de que forma podemos incorporar essas novas tendências na capital gaúcha”.

O Capítulo 1 foi criado para um mercado de produtos de alto padrão, com arquitetura autoral, design vanguardista, conceito de casa e segurança e infra estrutura de um prédio. “Juntamente com os sócios no empreendimento, o Três Figueiras Partners, compartilhávamos de uma mesma sensação: que havia um nicho de mercado no Sul de pessoas descoladas que viajavam, gostavam de arte e arquitetura, que estavam desassistidas. Além disso, gostávamos muito do conceito de morar em casa de forma segura,mas em uma região mais central, o que Porto Alegre não oferecia, obrigando as pessoas a morarem em condomínios afastados. Esse projeto chega para atender essa demanda”, conta Felipe Hund, sócio da FRH, uma das empresas participantes do projeto.

Atualmente, o foco da ABF Developments e os Três Figueiras Partners é desenvolver empreendimentos no Três Figueiras e ser uma incorporadora boutique de nicho, voltada para o segmento de alto padrão. “Durante quatro anos, mergulhamos de cabeça na região com os melhores arquitetos, técnicos e urbanistas. O bairro é o único com localização nobre em que os nossos projetos inovadores poderiam ser desenvolvidos”, afirma Eduardo.

Entre os objetivos da empresa estão a consolidação e o crescimento dentro do novo formato de atuação, focando em produtos inovadores e que tenham uma performance de vendas acima da média do mercado como já ocorre com o Capítulo 1, que teve investimento de mais de R$ 15 milhões ja feitos , que inclui o terreno que e próprio e tem valor geral de vendas de R$ 60 milhões. O plano para 2019 ainda prevê o lançamento de um segundo empreendimento no bairro Três Figueiras. Os dois projetos somam o investimento de R$ 80 milhões. Está previsto um terceiro projeto, para março de 2020, com investimento de R$ 50 milhões.

Sobre as mudanças no cenário econômico brasileiro, Eduardo é otimista: “Nossa expectativa é que haja uma retomada gradual do mercado imobiliário com o andamento das reformas e a queda dos juros, criando uma oportunidade para consumidores e investidores voltarem a adquirir imóveis com grandes perspectivas de valorização”.


Saiba mais sobre o Capítulo 1

Com aproximadamente 8.000 m2 de área total de construção, o Capítulo 1 é composto por 16 apartamentos exclusivos com conceito de casa, metragens variadas e possibilidade de personalização ao estilo do proprietário. No segundo pavimento ficam os Garden Terraces; no terceiro e quarto os Private Terraces e no quinto as Penthouses Duplex. Todos apresentam terraço com piscina particular.

Com projeto arquitetônico assinado pela OSPA, premiado nacionalmente ano passado pela AsBEA,as unidades têm plantas e características únicas dentro de uma construção dinâmica e homogênea. Os jardins privativos têm projeto do renomado paisagista Alex Hanazaki. A curadoria de arte do empreendimento é da Galeria Zielinsky, de Barcelona. A expectativa de entrega do empreendimento é outubro de 2022.

A coincorporadora do Capítulo 1 é a Três Figueiras Partners, formada por cinco empresas patrimoniais, entre elas a ABF Developments, que participam dos empreendimentos como proprietários dos terrenos e também sócios nos projetos.O grupo atua com recursos próprios, não utilizando linhas de crédito, e segue uma rigorosa política de governança e compliance. A ABF se reporta a um conselho de administração formados pelos sócios de cada empreendimento, que definem as diretrizes a seguir conjuntamente.

“Esse modelo de atuação inovador, onde os terrenos são próprios e existe um grupo de empresas patrimoniais envolvidas diretamente no negócio (algumas com quase meio século de história), visa buscar incorporar mais solidez e experiência no desenvolvimento dos projetos”, comenta Enio Golbspan, CEO da Konstroy - holding familiar que atua como investidora na área imobiliária, desde 1976, no mercado gaúcho.

Divulgação: TSSLR Conteúdo