VIDROS NO DESIGN E ARQUITETURA

A cada dia, o vidro tem se mostrado um material que tem atingido maior utilização e relevância nos projetos de arquitetura e design, e mesmo no design de produtos comercializados. E você pergunta: por quê?

Bom, primeiramente não podemos negar o encantamento do material translúcido em si, seja pela sua leveza, sofisticação e pela modernidade que agrega aos projetos e produtos com ele desenvolvidos, mas, principalmente, por tratar-se de um material 100% reciclável.

Inegavelmente nos dias de hoje, designers, arquitetos, engenheiros, o setor de construção civil e de industrialização de produtos abre sua visão para o futuro e busca atender aos interesses do consumidor: Hoje, um consumidor a cada dia mais comprometido com o estudo e a aquisição de produtos de menor impacto ambiental, capazes de gerar um IMPACTO POSITIVO SIGNIFICATIVO NO PLANETA.

Assim, sendo o vidro um material 100% reciclável, ele pode ser reutilizado quantas vezes for preciso sem que haja perdas significativas de matéria. O vidro perdura; ou seja, mesmo quando ele é descartado, ele pode retornar em uma infinidade de novas, criativas e interessantes aplicações na sua forma reciclada. Fora a questão da reciclagem, podemos dizer, também, que o vidro é sustentável na medida que ele possibilita um maior aproveitamento da luz solar nos projetos de interiores e arquitetônicos, permitindo que seja possível utilizar menos energia elétrica. E, nesse momento, entram os projetos com claraboias, integrações de ambientes com divisórias em vidro, janelas mais amplas, plataformas e mirantes com pisos e guarda corpos envidraçados, fachadas ventiladas, vitrines criativas.

Portanto, para nós designers e arquitetos, o vidro tem sido um material que permite efeitos de luminosidade e amplitude; valoriza a convivência e a integração; permite soluções criativas; agrega sofisticação aos projetos; remete a um conceito moderno e futurista, e é um grande aliado de projetos sustentáveis.

Lembrando, também, que os benefícios se encontram no design de muitos produtos utilizados na decoração de interiores e até mesmo no design de mobiliário, o que chama atenção, desmistificando a ideia de que o vidro é um material frágil.

Agora que você já compreendeu os benefícios e a versatilidade da utilização dos vidros no design e na arquitetura, vamos ilustrar alguns projetos de destaque nacional e internacional que selecionamos, incluindo projetos assinados pelo escritório, que desde o início da atuação no mercado sempre manteve um olhar sobre a sustentabilidade, carregando como base o design inteligente que visa resultados originais, priorizando a amplitude, a leveza e os benefícios da iluminação natural, com traços de modernidade.

INFINI BAR, em São Paulo, Capital. O projeto preserva os antigos vitrais que fazem a divisão entre o salão e o restaurante, mantendo-os como o ponto focal da área mais importante do novo espaço: o bar.

Arquitetura da boemia e remodelações com vidros e espelhos em design moderno.
Projeto de Arquitetura: Futura Estúdio
Execução: Richter Buelau

WINDOWHOUSE

Chamada “Casa da Janela”, no Japão, uma pequena casa de final de semana foi projetada à beira da baía de Sagami, com vista para o Monte Fuji e Enoshima. Design inteligente para pequenos espaços.

Yasutaka Yoshimura Architects

Um novo e moderno projeto com fachada em vidro espelhado para parte de um edifício clássico de arquitetura histórica em um dos principais cruzamentos de Bilbao, município do País Basco, na Espanha.
Escritório Coll-Barreu Arquitectos, Juan Coll-Barreu e Daniel Gutiérrez Zarza.

Restaurante Olviron, CASACOR/RS 2015, com janelas em vidro executadas em design diferenciado para uma atmosfera futurista.

Escritório Karen Fanti Designer de Interiores, Arquitetos Enio Brites e Patrícia Palma