728 x 90

IN-finito traz coletiva com fotografias ao Memorial do RS

  • Cultura
  • 05/07/2018 - 14:29
  • 1075 Views

A exposição apresenta registros de 44 fotógrafos, que exploram os conceitos de Finito/Infinito, a partir de reflexões filosóficas ao longo da nossa história.

Na próxima sexta-feira (06) entra em cartaz no Memorial do Rio Grande do Sul a mostra coletiva IN - finito. Serão apresentadas imagens de 43 fotógrafos gaúchos e um carioca, com reflexões sobre os conceitos de Finito e Infinito. Com projeto e curadoria do arquiteto e artista visual Anaurelino Barros Neto, e do fotógrafo Jorge Aguiar como curador adjunto, a exposição propõe um diálogo com o público por meio das construções de cada fotógrafo/artista. De 06 de julho a 19 de agosto, no segundo andar da instituição (Sala Múltiplos Usos). Entrada franca.

Anaurelino revela que a mostra foi concebida a partir do seu projeto de pesquisa sobre o tema Finito - Infinito, em 2016. A exposição apresenta o olhar dos fotógrafos em relação a esses conceitos, cujas teorias foram elucidadas por dezenas de filósofos e pensadores ao longo da história da Filosofia e da Literatura.

“O IN-finito foi, muitas vezes, definido e visto como uma abstração, que vai da simbologia matemática ao indecifrável, ao inatingível, ao que chamariam de Uno. Já o Existencialismo define o homem como temporal, feito para morrer. Portanto, o Finito é tratado como o fim de tudo, desse modo o homem necessita encontrar um sentido para sua existência. Para François Soulages, fotografia contemporânea é uma articulação entre o irreversível e o Inacabável. Em IN-finito, que terá tem como convidado especial Francisco Marshal (Studio Clio) e a estreia de Bryan de Lacerda, trataremos como algo que remete à solidão humana, à sensação de estarmos sempre sós”, explica Anaurelino Barros Neto.

O processo de seleção:

Os curadores visitaram diversos estúdios fotográficos, além de contatos via Instagram e E-mail. Mais de cinco mil imagens foram examinadas para chegar a essa concepção expositiva. Foram realizadas também entrevistas e interlocuções entre alguns participantes, que optaram por uma proposta mais arrojada de instalações, em um discurso não convencional. “Caminhos dinâmicos serão percorridos pelo olhar do espectador na criação de ilhas na parede, em uma mesma linguagem, resgatando um novo olhar dos artistas dentro do proposto pelos curadores” - revela Anaurelino Barros Neto.

Participam da mostra seguintes nomes:

ADRIANO BASEGIO - ALEXANDRE ECKERT - ALEXANDRO AULER - ANA ROCHA - AVANI STEIN - BEATRIZ DONELLI - BRAGANÇA - CARLOS EDUARDO VAZ - CLAITON FERREIRA - DENISE WICHMANN - DOUGLAS FISHER - FERNANDO KLUWE DIAS - FREDY VIEIRA - GERALDO MARKES - GILBERTO PERIN - GUTEMBER OSTEMBERG - GUTO MONTEIRO - HELOISA DA COSTA MEDEIROS - IVANA WERNER - JORGE AGUIAR - JOSUE MONTEIRO - LEANDRO FACCHINI - LEONARDO KERKHOVEN - LUCCA CURTOLO - MANOELA C. BRANCO - MARCUS YUNG - MARIS STREGE - NILTON SANTOLIN - PAULO MELLO - RICARDO FILLIPON - RICARDO WILLRICH - ROBERTA AMARAL - SERGIO BOHRER - SILVY BERTOJA - TIAGO ANTONIAZZI - TIAGO CJAQUES - WANDER ROCHA - WANDERLEY OLIVEIRA - WILLIAM CLAVIJO - ZÉ ANDRE - ZEZE CARNEIRO -
Convidado especial Prof.. Dr. FRANCISCO

MARSHALL (Studio Clio ) - Apresentando BRYAN de LACERDA.

O Curador:

Anaurelino Barros Neto é egresso do Instituto de Artes Visuais (UFRGS), com ênfase em Desenho, e formação em Arquitetura e Urbanismo pela Unisinos. Realizou cursos de Escultura com Xico Stockinger, Vasco Prado e Iole de Freitas. Além de Desenho, com Fernando Baril e Ubiratã Braga. Participou de Simpósios e Curso de Curadoria e Museologia com Lani Goeldi, em São Paulo. Realizou quatro exposições individuais de Desenho e Fotografia, além de dezenas de coletivas no Brasil. Ganhou Prêmios em Desenho nos XV e XVI Salão do Jovem Artista, da Listel e da Fundação Zoobotânica do RS. Barros Neto realizou diversas curadorias em espaços institucionais e galerias de arte de Porto Alegre, Gramado e Canela – com destaque a Identidade Desenho (2015 e 2016), Men e Via Láctea, além de Ethnos – Fragmentos do Homo Sapiens, em abril deste ano no Memorial do RS. Atualmente trabalha em projetos culturais nas Artes Visuais, em Porto Alegre, como artista e curador independente.

IN – finito
Mostra coletiva de fotografias & instalações
De 06 de julho a 19 de agosto, no segundo andar (Sala Múltiplos Usos)
De terça a sábado (10 h às 18 h); domingos e feriados (13 h às 17 h).

Memorial do Rio Grande do Sul
Praça da Alfândega – Porto Alegre
Entrada franca

Divulgação: Mariângela Machado