728 x 90

A mulher que roubava almas

  • Cultura
  • 25/06/2018 - 18:22
  • 564 Views

A artista plástica Graça Craidy leva múltiplas faces de dor e do belo para uma exposição exclusiva no Espaço Cultural Correios. A abertura é na terça-feira, dia 3 de julho, às 18h.

Os aborígenes acreditavam que ser retratados por
alguém roubava-lhes a alma. Pela mesma razão, a arquitetura
marroquina não registra figuras, apenas arabescos. Por aqui, a
pintora Graça Craidy capta as almas e a essência de seus
retratados em uma profícua produção artística
que passa pela dor, pela denúncia e pela
contemplação. Essas diversas manifestações,
concretizadas em 115 obras, estarão expostas a partir da
terça-feira, 3 de julho, às 18h, em dois grandes ambientes
conjugados do Espaço Cultural Correios, localizada no térreo
do Memorial do Rio Grande do Sul, em frente à Praça da
Alfândega. A entrada é pela Rua Sepúlveda, no Centro
Histórico de Porto Alegre.

Divulgacão: Tatiana Csordas
Fotos: Nilton Santolin